• Gov RJ

Text Size

27/03/18 - Microcrédito Orientado é oferecido por meio de prefeituras

O Programa de Microcrédito Produtivo Orientado (PMPO) passou por uma reformulação a agora volta a ser oferecido pela AgeRio, por meio de parcerias com prefeituras fluminenses e o Sebrae/RJ.  Em fase de implantação, a oferta de microcrédito (de R$ 500 a R$ 15 mil) funciona da seguinte forma: a prefeitura firma convênio com a AgeRio, que treina agentes de crédito (foto) locais para atender empreendedores, junto com Sebrae/RJ. Onze municípios já aderiram ao convênio, e em oito deles o programa já está sendo disponibilizado: Barra Mansa, Itatiaia, Miguel Pereira, Paracambi, São Pedro d’Aldeia, Três Rios, Vassouras e Volta Redonda.

O PMPO está disponível para pessoas naturais ou microempreendedores individuais (MEIs) investirem no seu negócio. O financiamento pode ser utilizado para compra de máquinas, equipamentos, mercadorias, matéria-prima e outros itens ligados à atividade empreendedora. Os interessados devem se dirigir aos postos de atendimento.

– Um aspecto marcante do PMPO é o seu objetivo final: a geração de emprego e renda. Dessa maneira, o microcrédito orientado disponibiliza recursos apenas para atividades produtivas, diferentemente dos serviços de microfinanças, em geral praticados pelo mercado. Um exemplo: o MPO não financia um veículo simplesmente. Porém, se este veículo for usado para transportar insumos relativos ao negócio empreendedor, aí sim o crédito estará disponível – explicou a presidente da AgeRio, Helia Azevedo.
O programa anterior, por meio de recursos do Fempo (Fundo Estadual de Fomento ao Microcrédito Produtivo Orientado), realizou cerca de 11.600 operações, somando R$ 51,4 milhões em créditos liberados para microempreendedores do Estado do Rio de Janeiro, entre 2012 e 2016, quando foi suspenso.