• Gov RJ

Text Size

21/09/17 - AgeRio apoia hospital de cuidados extensivos

O hospital Placi Cuidados Extensivos é uma empresa investida pela AgeRio por meio do fundo BBI Financial - Ciências da Vida. Trazendo para o país o conceito inédito de “hospital de transição”, o Placi é especialista no tratamento de pacientes que estejam em período de transição entre o atendimento recebido em um hospital geral e a volta para casa, oferecendo cuidados extensivos, de acompanhamento integral e adequado para reabilitação, cuidados continuados ou de fim de vida, com ênfase em reabilitação motora e respiratória. A Rede Placi possui unidades em Niterói e no Rio de Janeiro.

O primeiro hospital Placi foi lançado na cidade de Niterói, em julho de 2013, oferecendo 30 leitos e empregando 102 pessoas. No mesmo ano, em dezembro, ocorreu o primeiro investimento do fundo BBI Financial na empresa, no valor aproximado de R$ 29 milhões (em torno de R$ 1,6 milhões da AgeRio), com o objetivo de viabilizar o crescimento da rede e disseminar o conceito inovador.

Os esforços da empresa nos seus dois primeiros anos foram refletidos na elevada taxa de ocupação que, de julho de 2015 a junho de 2016, atingiu em média 89% dos leitos ofertados, um nível alto e obtido de forma rápida quando comparado aos resultados do mercado hospitalar.

Em 2016 foi inaugurada a unidade do Rio de Janeiro, e nesse mesmo ano ocorreu o segundo investimento do fundo na empresa, de aproximadamente R$ 6,2 milhões (sendo a participação da AgeRio de aproximadamente R$ 354 mil), com o objetivo de suportar o caixa das operações até que a nova unidade alcançasse maturidade.  

Ambos os hospitais contam com cerca de 160 empregados, e a central administrativa da Placi tem 13 empregados no quadro e, ainda, gera outros 50 empregos indiretos para serviços terceirizados.

Difundidos nos Estados Unidos e em países da Europa, os hospitais de transição estabelecem uma ponte entre o hospital e a casa do paciente, proporcionando mais qualidade de vida durante o tratamento, integração com as famílias e racionalização de custos. Segundo dados do Ministério da Saúde, cerca de 25% dos pacientes internados em hospitais gerais permanecem por mais de 15 dias, enquanto 10% continuam na internação por mais de 30 dias. Além de desafogar leitos hospitalares, o modelo permite tratamento mais especializado.

 

Conheça nossos produtos